Expectativa é de que Eduardo Cunha renuncie à presidência da Câmara


​Com o destino praticamente selado na Câmara dos Deputados, que não deve salvá-lo da cassação, o presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é alvo de forte pressão dos próprios aliados, que esperam que ele renuncie entre hoje e quarta-feira. O ato de abdicar do cargo é esperado para até quarta-feira. Amanhã, faz 60 dias que o peemedebista foi afastado do cargo por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Pela manhã, em Brasília, o peemedebista deve intensificar as conversas com escudeiros.

Há uma pressão de todos os setores da Câmara por novas eleições para substituir Cunha, pela avaliação de que o presidente em exercício Waldir Maranhão (PP-MA) não é capaz de chefiar a Casa, que está travada. Se renunciar, novas eleições são convocadas em até cinco sessões ordinárias, que precisam de quórum mínimo de 54 deputados para contar. Além disso, parlamentares próximos a Cunha afirmaram que ele perdeu a confiança no presidente interino, o que torna a situação política muito instável. “Esse Maranhão é louco”, corroborou um aliado de Cunha, o líder do PTB, Jovair Arantes (GO).

Embora digam que não conversaram com Cunha, aliados do peemedebista esperam que ele renuncie até quarta-feira. O deputado Beto Mansur (PRB-SP), primeiro-secretário da Mesa na Câmara, reiterou que a situação do peemedebista ficou “insustentável”. Na última semana, Mansur defendeu publicamente a renúncia de Cunha. Ao Correio, ele disse esperar que o presidente afastado da Casa deixe o cargo nesta semana. Segundo Mansur, essa situação tem atrapalhado no andamento de matérias importantes na Câmara.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s