Estado Islâmico divulga vídeo de execução de refém japonês


O grupo extremista Estado Islâmico divulgou uma gravação, na internet, com a execução do jornalista japonês Kenji Goto.

Ele tinha sido capturado no ano passado, e a milícia afirmou que iria matá-lo caso o governo da Jordânia não libertasse uma iraquiana, condenada à morte por terrorismo em 2005.

Japão e Jordânia tentavam negociar, por intermédio de líderes tribais iraquianos, a libertação do jornalista japonês e de um piloto jordaniano. Não foram divulgadas informações sobre o refém jordaniano, capturado no fim do ano passado.

Os governos do Japão e da Jordânia ainda não se pronunciaram.

Dirigindo-se ao primeiro ministro japonês, Shinzo Abe, o homem diz: "Por causa de sua decisão imprudente de tomar parte em uma guerra impossível de ganhar, esta faca irá não apenas matar Kenji, mas também continuar e causar massacre onde quer que seu povo seja encontrado. Que comece o pesadelo para o Japão".

Kenji Goto foi capturado em outubro, depois de viajar para Síria para tentar negociar a libertação de Haruna Yukawa, executado na semana passada.

Fonte: com informações do G1

10822514_861390977228663_1080245366_n.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s