Funcionários encerram paralisação em SP, RJ e RO, dizem Correios


Os Correios informaram na noite desta sexta-feira (13) que os sindicatos de São Paulo, Rio de Janeiro, Rondônia e Bauru (SP) decidiram aceitar a proposta de reajuste salarial de 8% oferecida e, com isso, encerraram a paralisação iniciada no dia anterior.

A paralisação parcial atingiu sete estados nesta sexta-feira: Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Tocantins, São Paulo, Pernambuco e Paraíba. Segundo os Correios, mesmo com 10 dos 35 sindicatos do Brasil com paralisação decretada, 92,15% dos trabalhadores da empresa não aderiu ao movimento.

"A fim de retomar o mais breve possível a normalidade dos serviços, em benefício da população brasileira, os Correios protocolaram ação de dissídio de greve junto ao Tribunal Superior do Trabalho para aqueles sindicatos que não aceitaram a proposta e mantiveram a paralisação.", informou a empresa.

Segundo os Correios, a manutenção da proposta está condicionada à retomada das atividades e a não realização de novas paralisações.

"A estimativa da empresa é normalizar as entregas nos locais que encerraram a paralisação até a próxima segunda-feira (16), já que haverá mutirão no final de semana", informou a estatal. Segundo a ECT, 78% da carga está mantida em dia.

Outros sindicatos prometem greve a partir do dia 17
Sindicatos filiados a uma outra federação da categoria e que não participaram da paralisação prometem uma paralisação geral a partir do dia 17, quando estão agendadas as assembleias gerais em diversos estados. Segundo a diretoria da Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios), o encaminhamento será no sentido de rejeição da proposta apresentada pelos Correios.

A categoria reivindica melhores condições para o plano Correios Saúde, jornada de 6 h para os atendentes, entrega de correspondências pela manhã, entre outros pontos.

Negociações
A proposta oferecida pelos Correios inclui 8% de reajuste nos salários (reposição integral da inflação do período, de 6,27%, e aumento real de 1,7%) e 6,27% de reajuste em todos os benefícios, pagamento de vale-extra no valor de R$ 650,65, a ser creditado em dezembro, além de Vale-Cultura.

A categoria reivindicava 15% de aumento real, mais reposição da inflação entre agosto de 2012 e julho deste ano (7,13%), reposição das perdas salariais desde o plano real (algo em torno de 20%), entre outras reivindicações.

G1

Ganhe muito dinheiro divulgando sem pagar nada e sem sair de casa acesse aqui
4.jpg

http://cashtorefer.com/Default.aspx?Refer=784638

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s